loading...
- - -
América Latina Portal Europeo
REDIAL Red Europea de Información y Documentación sobre América Latina
CEISAL Consejo Europeo de Investigaciones Sociales de América Latina

Fundação da cátedra "Celso Furtado" no Collège de France

Docencia | Francia - París
Domingo 16 de enero de 2005
Bureau Amérique. A quinta-feira 16 de janeiro, o ministério francês da Educação Nacional organizara uma homenagem internacional a Celso Furtado. Nesta ocasião sera fundada a "cátedra Celso Furtado" pelo Collège de France e o Forum dos reitores das universidades do Estado do Rio de Janeiro. Considerado um dos maiores intelectuais brasileiros, o economista paraibano Celso Furtado faleceu no dia 20, aos 84 anos. Doutor em economia pela Sorbonne e pós-doutor pela Universidade de Cambridge, Inglaterra, Furtado escreveu mais de 30 livros, alguns deles clássicos do pensamento econômico e social brasileiro, como "Formação Econômica do Brasil", de 1959. Um dos grandes defensores de uma política econômica voltada para o desenvolvimento nacional, Furtado não se limitou à carreira acadêmica. Ex-veterano da Força Expedicionária Brasileira na Itália, teve participação ativa nos governos Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros, João Goulart e José Sarney. Cassado e exilado em 1964, lecionou em várias universidades estrangeiras, como Yale, Harvard e Columbia, nos EUA; Cambridge, na Inglaterra; e na própria Sorbonne, onde foi nomeado professor por decreto do presidente francês Charles de Gaulle. Retornaria ao Brasil com a anistia de 1979, tornando-se, em 1986, ministro da Cultura do governo Sarney. Em 1997, foi eleito para a Academia Brasileira de Letras e, em 2003, para a Academia Brasileira de Ciências. Celso Furtado foi enterrado no domingo, dia 21, no Rio de Janeiro. Em sua homenagem, o presidente da República decretou luto oficial por três dias. Ministère de l'Education nationale. DRIC. Direction des Relations Internationales et de la Coopération 4 rue Danton 75006.. nelson.vallejo-gomez@education.gouv.fr
Ceisal Redial © REDIAL & CEISAL. Responsabilidad editorial: Araceli García Martín - AECID (Madrid, España),
Jussi Pakkasvirta - Ceisal (Helsinki, Finlandia).
Desarrollo web: Olivier Bertoncello Data Consulting    Alojamiento web: CCIN2P3